Cresce o uso de Internet pelo celular entre professores de escolas públicas e particulares - Instituto Consciência GO

Cresce o uso de Internet pelo celular entre professores de escolas públicas e particulares

Com o advento da tecnologia, cada vez mais encontramos pessoas conectadas e atualizadas com o que acontece ao redor e no mundo! E essa deve ser a chance dos educadores de aproximar os seus alunos do conteúdo abordado em sala de aula.

Parece uma missão quase impossível convencer as crianças e adolescentes se desconectarem, mas se usada de maneira coesa e criativa, a internet pode ser uma grande aliada para a educação.

De acordo com Alexandre Barbosa, Gerente do Cetic.br – Comitê Gestor da Internet no Brasil, “O uso da internet nas escolas ainda está muito concentrado em espaços onde os alunos não estão presentes. Sala de diretores e professores, por exemplo”.

E isso pode e deve mudar!

Levar ludicidade para os alunos através da internet pode ser a chave para aproximar essa nova geração a qual já chegou inserida na tecnologia e na rapidez de informações. Os educadores devem sempre aprimorar o conhecimento para acompanhar as mudanças que, a cada dia, são apresentadas.

Com dados da TIC Educação 2015, a pesquisa mostra que 36% das escolas públicas e 46% das escolas privadas usam a internet no celular para atividades com os alunos.

Usar aplicativos para o ensino e aprendizagem por meio do celular ou tablet é uma tendência que só cresce e, cada vez mais, escolas públicas e particulares aderiram o acesso à internet para tornar essa experiência com os alunos mais agradável.

Quer entender melhor sobre essa experiência com dispositivos móveis e usar a tecnologia para personalizar a sua aula? Então participe do XII Seminário Multidisciplinar de Educação que acontecerá no dias 17 e 18 de Outubro. Clique no link e inscreva-se agora! 💻 bit.ly/seminário-tecnologia.

E não para por aí…

A inserção de dispositivos móveis não deve ser apenas dos educadores, mas sim compartilhada com a direção a fim de buscar melhorias no acesso à internet. Segundo Barbosa, “Um fator limitador também é a capacidade da banda larga nas escolas, que não avançou no último ano: 45% das escolas públicas declararam ter velocidade de até 2 Mbps.”

Também se deve investir em cursos e preparar os educadores para inserir o uso de dispositivos móveis em sala de aula. De acordo com a pesquisa, a forma de aprendizagem e atualização dos educadores é: 92% de escola privada e 91% de escola pública aprenderam sozinhos a utilizar os dispositivos móveis. 34% de escola privada e 35% de escola pública aprenderam com o coordenador pedagógico. 31% de escola pública e privada aprenderam com organizações externas à escola.

É importante ressaltar que, além de preparar os educadores, é preciso preparar os pais para acompanhar esse processo evolutivo na educação dos filhos. Uma educação moderna e lúdica, só acontece se compartilhada com todos.

Achou interessante? Então vamos discutir as mudanças que estão transformando o ensino e a aprendizagem? Participe conosco do XII Seminário Multidisciplinar de Educação 💻 bit.ly/seminário-tecnologia.

Comentários

comentários